Lâmpadas NanoLight: Criado o equivalente às lâmpadas incandescentes de 100 W mais eficiente do mundo

Filipa Alves (14-01-2013)
Imprimir
Texto A A A

Uma equipa de canadianos afirma ter criado o equivalente LED mais eficiente do mundo das lâmpadas incandescentes de 100 W. As lâmpadas NanoLight constituem assim, uma ótima alternativa às lâmpadas fluorescentes compactas, que têm de aquecer para emitir a luminosidade máxima.

As lâmpadas LED constituem a solução de iluminação ideal por várias razões, nomeadamente por serem eficientes em termos energéticos, usarem materiais menos prejudiciais para o Ambiente, disponibilizarem de imediato a luminosidade máxima quando se acendem, emitirem menos calor e serem extremamente duradouras, ao apresentar uma vida útil de 30 mil horas.

No entanto, os engenheiros têm-se debatido para criar lâmpadas LED equivalentes às incandescentes de mais de 60 W porque, ao aumentar a potência para além deste valor, o aquecimento reduz a vida útil e eficiência energética das lâmpadas LED. 

Agora Gimmy Chu, Rom Rodinger e Christian Yan, da Universidade de Toronto defendem ter conseguido ultrapassar o problema do aquecimento, sendo o resultado as NanoLight, as lâmpadas de tecnologia LED mais eficientes do mundo. Estas lâmpadas são constituídas por placas de circuito impressas a que estão acoplados os LEDs, e que são dispostas de tal maneira que recriam a forma das vulgares lâmpadas incandescentes.

As NanoLight 12 W têm um fluxo luminoso de 1600 lúmens encontrando-se também em desenvolvimento um modelo de 10 W (equivalente às lâmpadas incandescentes de 75 W) e outro de 12 W com mais de 1800 lúmens de fluxo luminoso.

O preço de mercado das NanoLight será de aproximadamente 50 dólares americanos. Embora o preço pareça elevado, os seus criadores garantem que o investimento compensa já que estimam que ao longo do seu período de vida útil de 30 mil horas, as NanoLight permitirão poupar sete vezes o consumo associado à utilização, durante o mesmo período de tempo, de lâmpadas incandescentes.

Assista a um teste das Lâmpadas NanoLight aqui 

Fonte: www.gizmag.com 

*Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Leituras Adicionais

Seia quer ser concelho pioneiro na eliminação das lâmpadas incandescentes

Tem início o processo de eliminação de lâmpadas incandescentes na União Europeia

Documentos Recomendados

Simulador de Compra de Lâmpadas de Fluorescentes Compactas (CFL)

Energy Efficiency - Key pillar for a competitive, secure and environmentally friendly European Energy Policy

Comentários

Newsletter